Portal de Periódicos da UNIVASF


Dramaturgia em foco

Revista do Grupo de Pesquisa Narrativas e Visualidades (Univasf-CNPq) dedicada  à publicação de artigos, relatos e ensaios cujas análises se concentrem em textos teatrais ou no texto teatral comparado com outros textos, outras artes e mídias. Conta também com seções específicas para traduções, peças curtas originais e entrevistas. 

Primeira chamada lançada em abril de 2017.

Acessar a Revista | Edição Atual | Cadastrar

EXTRAMUROS - Revista de Extensão da Univasf

Revista de periodicidade semestral, indexada no LATINDEX - Sistema Regional  de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal (Folio 23261), difundida em 38 países e em programas brasileiros e estrangeiros de mestrado e doutorado.

Visite nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/pages/Extramuros-Revista-de-Extens%C3%A3o-da-Univasf/266802323525796

Acessar a Revista | Edição Atual | Cadastrar

Logo da página de cabeçalho

Revista de Educação do Vale do São Francisco - REVASF

Veículo digital para o registro e o intercâmbio de pesquisas, reflexões e experiências acerca da educação, de uma forma ampla, contribuindo para o avanço e o aprimoramento dos processos de ensino-aprendizagem.

A REVASF adota sistema full time para publicação. Isto significa dizer que o autor não precisa aguardar todos os artigos da edição ficarem prontos para a efetiva publicação, dando mais agilidade as publicações, além de intensificar os acessos a revista. A Revasf incorpora ainda o modelo Ahead of print, que é a publicação antecipada dos artigos aprovados pela Comissão Editorial (com revisões parciais), contribuindo mais rapidamente para a difusão das pesquisas

Revasf fortalece política de internacionalização (ver em "notícias")

INCOERÊNCIAS NO QUALIS 2015 PREJUDICA A REVASF

Recentemente tivemos acesso ao resultado parcial do QUALIS. A Revasf estava com QUALIS B4 na área de educação.
De modo estranho e incoerente, o resultado final do QUALIS 2015 classificou a REVASF em B5 na área de educação. EMBORA PERMANEÇA B1 NA ÁREA DE ENSINO.
Importante dizer que esta situação de incoerência não só ocorreu com a nossa revista, mas com várias outras da área de educação. Falamos que é uma incoerência porque temos atingindo todos os critérios exigidos para uma classificação B1 (indexadores, periodicidade, diversificação de artigo/autores/instituição, tempo de publicação, etc.).
Já acionamos a coordenação de área da CAPES e aguardamos agora a correção da nossa classificação com o resultado do QUALIS 2016.

Acessar a Revista | Edição Atual | Cadastrar