EXTRAMUROS - Revista de Extensão da Univasf, Vol. 5, No 2 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Diálogo entre os saberes popular e acadêmico no processo de transição agroecológica no Assentamento Chico Mendes III - PE

Ana Laura Nogueira Farias, Jorge Luiz Schirmer de Mattos, Patricia Vieira Tiago

Resumo


Na transição agroecológica é imprescindível o diálogo entre o saber do agricultor e o acadêmico com vistas a construção de um saber novo e compartilhado. Esse novo saber adquire maior significado se construído a partir da compreensão das relações que o agricultor já estabelece com a natureza no âmbito do agroecossistema, tornando-o mais eficiente, resiliente e adaptado. O objetivo do presente trabalho foi conhecer a percepção de agricultores em processo de transição agroecológica e a construção do conhecimento agroecológico dela decorrente. O estudo foi realizado com oito agricultores do Assentamento Chico Mendes III, localizado nos municípios de São Lourenço da Mata e Paudalho, PE. Esses agricultores apresentam um histórico familiar ligado à agricultura camponesa, cujos conhecimentos vêm sendo passados de geração a geração. Eles são observadores dos eventos naturais que influenciam seus cultivos e os benefícios resultantes dos policultivos e a da cobertura morta no reequilíbrio de seus agroecossistemas.