PENSAMENTO ALGÉBRICO: UMA DISCUSSÃO COM FUTURAS PROFESSORAS

  • Maria das Graças Santos Abreu PUC Campinas
  • Maria Auxiliadora Bueno Andrade Megid PUC Campinas
  • Alessandra Rodrigues de Almeida PUC Campinas
Palavras-chave: Pensamento algébrico. Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Formação Inicial de Professores.

Resumo

Este artigo apresenta resultados de uma investigação que envolveu o tema pensamento algébrico com estudantes de um curso de Pedagogia de universidade do interior paulista. O objetivo da pesquisa foi discutir com futuros professores as possibilidades do trabalho com a Álgebra nos anos iniciais do Ensino Fundamental a partir de uma atividade que envolveu sequencia, generalização, percepção de regularidades, socialização das descobertas e construção da lógica de um pensamento algébrico por meio de noções de fluência e variável. O estudo é baseado numa perspectiva qualitativa e interpretativa, desenvolvida numa perspectiva narrativa que considera o processo vivenciado pela professora e pelas estudantes durante a formação. A questão investigativa assim configurou-se: em que medida as atividades com potencial para um trabalho com noções algébricas nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental podem permitir a ressignificação das compreensões deste tema por futuras professoras? Os resultados indicaram que a atividade desenvolvida propiciou a compreensão de noções de sequência, generalização, relação e aproximação à linguagem matemática como aspectos fundamentais do processo de ensino com vistas ao desenvolvimento do pensamento algébrico.

Publicado
2018-10-08
Como Citar
Abreu, M. das G., Megid, M. A., & Almeida, A. (2018). PENSAMENTO ALGÉBRICO: UMA DISCUSSÃO COM FUTURAS PROFESSORAS. Revista De Educação Do Vale Do São Francisco, 8(16), 16. Recuperado de http://periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/193
Seção
Artigos