ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS NAS ABORDAGENS SOBRE IST NO ENSINO FUNDAMENTAL

Palavras-chave: Infecções Sexualmente Transmissíveis, Estratégias Metodológicas, Professores, Ensino Fundamental

Resumo

Este estudo teve como objetivo identificar estratégias metodológicas utilizadas por professores nas abordagens sobre IST no ensino fundamental. Pesquisa qualitativa, tendo como cenário quatro escolas. A coleta de dados ocorreu através de uma entrevista aplicada a 13 professores atuantes no 8º e 9º ano do ensino fundamental em diversas disciplinas. A organização dos dados foi embasada no método do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC), sua interpretação e análise ocorreu através da literatura vigente. O estudo atendeu as exigências da Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde, com aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Vale do São Francisco sob parecer Nº 1.775.525.Os discursos construídos trazem as estratégia metodológicas que fazem uso do lúdico ajuda no diálogo com os alunos, possibilitando maior compreensão e aproximação com essa temática; a importância da educação sexual ser abordada de maneira transversal e multiprofissional, de moído que o aprendizado não seja fragmentado e a responsabilidade não recaia apenas sobre o professor de ciências/biologia;  que o vínculo entre professor e aluno auxiliar no diálogo mais aberto e sem tabus; que ainda existem desafios, principalmente na relação entre família e escola, necessitando, assim, de umamelhor aproximação para que esta educação se dê de forma efetiva; que a orientação é a melhor estratégia para se trabalhar a prevenção destas doenças, dando espaço para os alunos tirarem suas dúvidas de forma aberta, contribuindo para uma vida sexual consciente.

Biografia do Autor

JOÃO BATISTA TEIXEIRA DA ROCHA, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorado em Ciências Biológicas (Bioquímica) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil. E-mail: jbtrocha@yahoo.com.br 

MARGARET OLINDA DE SOUZA CARVALHO E LIRA, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal da Bahia, docente da Universidade Federal do Vale do São Francisco - Univasf. E-mail: olindalira@gmail.com

DHESSIKA RIVIERY RODRIGUES DOS SANTOS COSTA, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Acadêmico de Enfermagem, Universidade Federal do Vale do São Francisco - Univasf. Petrolina (PE), Brasil. E-mail: dhessi_santos@hotmail.com

Mariana Brandt Fernandes Santos, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Acadêmico de Enfermagem, Universidade Federal do Vale do São Francisco - Univasf. Petrolina (PE), Brasil. E-mail: marianabrandt19991@gmail.com

KALLINY MIRELLA GONÇALVES BARBOSA, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Acadêmico de Enfermagem, Universidade Federal do Vale do São Francisco - Univasf. Petrolina (PE), Brasil. E-mail: kamirely64@gmail.com

Publicado
2018-12-31
Como Citar
SARMENTO, S., TEIXEIRA DA ROCHA, J., DE SOUZA CARVALHO E LIRA, M., DOS SANTOS COSTA, D. R., Fernandes Santos, M., & GONÇALVES BARBOSA, K. (2018). ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS NAS ABORDAGENS SOBRE IST NO ENSINO FUNDAMENTAL. Revista De Educação Do Vale Do São Francisco, 8(17). Recuperado de http://periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/293
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##