REPRESENTAÇÕES DA ÁFRICA CONTEMPORÂNEA A PARTIR DA LITERATURA

UM ESTUDO SOBRE AS CONTRIBUIÇÕES DAS REPRESENTAÇÕES LITERÁRIAS PARA O ENSINO DE HISTÓRIA

  • Ivete Batista da Silva Almeida Almeida Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Literatura., História, História da África Contemporânea

Resumo

Os profissionais do ensino de história no Brasil, a partir dos anos 90, vêm buscando reduzir a distância entre a academia e a prática em sala de aula. É nesse contexto que um recurso tradicional do currículo, ganha nova função sob a luz da História Cultural: a literatura. Longe de se deter somente naquilo que é narrado descritivamente, a Literatura, na aula de História nos permite conduzir o aluno pela economia que rodeia o livro: elementos de produção e de apropriação, como especifica Chartier. Como estudo de caso, utilizaremos títulos da literatura contemporânea africana para trabalharmos questões como produção cultural, elementos comuns e elementos particulares de diferentes sociedades da África contemporânea. Dessa forma, a partir de obras de Pepetela (Angola) e Mia Couto (Moçambique) pretendemos apresentar uma África viva, atual, e não folclorizada. Como fundamento teórico para esta tarefa recorremos à Teoria das Representações Sociais de Moscovici.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivete Batista da Silva Almeida Almeida, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em História Social

Universidade Federal de Uberlândia

Publicado
2019-08-06
Como Citar
Almeida, I. B. da S. A. (2019). REPRESENTAÇÕES DA ÁFRICA CONTEMPORÂNEA A PARTIR DA LITERATURA. Revista De Educação Da Universidade Federal Do Vale Do São Francisco, 9(19), 330-352. Recuperado de http://periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/view/549
Seção
Dossiê Temático: Educação e Representações Sociais na Contemporaneidade